Tu não és realmente preto...

Uma sugestão para todas as pessoas "brancas": Não digam a um "preto" que ele não é realmente um... "preto". O vídeo a baixo é do utilizador Try This Instead e ele explica muito bem como um estereótipo faz toda a diferença. No vídeo vemos ele a dar o exemplo de, simplesmente por ser um preto que não rouba ou não está na prisão para o resto da sua vida não pode ser considerado um "preto". Ele brinca ainda com vários estereótipos relacionados com as pessoas de raça negra. A verdade é que não somos todos iguais. O fato de sabermos falar bem, articular bem as palavras e ser educados não nos torna autmaticamente "branco".

Etiquetas: